• HOME
  • /
  • Blog
  • /
  • Entrevista: Jordon Werlang
  • Blog

Entrevista: Jordon Werlang

Há mais de 20 anos na Cetrel, o engenheiro químico Jordon Werlang é especialista em soluções ambientais para polos industriais. Formado pela Universidade Federal de Santa Maria e com MBA em Gestão de Áreas Contaminas, Desenvolvimento Urbano Sustentável e Recuperação de Brownfields na USP, Jordon vai compartilhar conosco um pouco de sua trajetória profissional na Cetrel e avaliar o mercado nacional em seu segmento de atuação. Confira na entrevista abaixo.

 

CETREL: Quando você começou a trabalhar na Cetrel?

JORDON: Comecei a trabalhar na Cetrel no ano de 2000.

C: Por quais áreas já passou na empresa?

J: Sempre atuei na área de Gerenciamento Ambiental, mas em diversos projetos. Inicialmente, trabalhei na implantação do GIS (Sistema de Informações Geográficas) da empresa, lidando com sistemas de dados ambientais georreferenciados. Ao longo dos anos, minha atuação se expandiu para incluir a operação e a manutenção do Sistema Preventivo de Contenção Hidráulica, também conhecido como Barreira Hidráulica.

Além disso, participo ativamente do Comitê de Bacia Hidrográfica do Recôncavo Norte e Inhambupe, onde contribuo para o desenvolvimento de estratégias de gestão sustentável dos recursos hídricos na região. Hoje tenho a honra de coordenar o Programa de Gerenciamento de Recursos Hídricos do Polo Industrial de Camaçari, onde implementamos medidas para garantir o uso responsável da água num ambiente industrial complexo.

C: Como você avalia o cenário nacional da gestão de recursos hídricos e quais as principais oportunidades de mercado?

J: O cenário nacional da gestão de recursos hídricos tem evoluído significativamente nas últimas décadas, com maior conscientização sobre a importância da preservação e do uso sustentável da água. Como participante ativo do Comitê de Bacia Hidrográfica do Recôncavo Norte e Inhambupe, pude observar de perto como a cooperação entre os diferentes setores da sociedade é essencial para o avanço da gestão hídrica.

As principais oportunidades de mercado no Brasil estão relacionadas à demanda crescente por profissionais qualificados em gestão de recursos hídricos, principalmente devido às crescentes preocupações com a escassez de água e a necessidade de cumprir regulamentações ambientais mais rigorosas. Esta experiência também me permitiu identificar oportunidades de mercado relacionadas à consultoria em gestão de recursos hídricos, especialmente no contexto de bacias hidrográficas críticas.

C: Dado o seu vasto conhecimento técnico em gestão ambiental e recursos hídricos, como você vê o papel das políticas públicas e das parcerias público-privadas no avanço da gestão sustentável dos recursos hídricos no Brasil?

J: As políticas públicas e as parcerias público-privadas desempenham um papel fundamental na gestão sustentável dos recursos hídricos no Brasil. Em um país com vastos recursos hídricos, como o nosso, é essencial que haja um alinhamento entre o setor público e as empresas privadas para garantir o uso responsável e a preservação dos recursos hídricos. Políticas eficazes podem estabelecer diretrizes claras para a gestão da água, incentivando a eficiência no uso, a redução do desperdício e a conservação dos ecossistemas aquáticos.

Essas parcerias também desempenham um papel importante, pois podem combinar a experiência técnica e os recursos financeiros das empresas privadas com a supervisão e a regulamentação do governo, resultando em projetos mais eficazes de tratamento de água e esgoto, investimentos em infraestrutura hídrica e iniciativas de educação ambiental.

Entretanto é crucial que as parcerias sejam transparentes e responsáveis, garantindo que os interesses públicos e ambientais sejam protegidos. Além disso, devem ser adaptáveis às mudanças nas condições climáticas e nas demandas crescentes por água, o que requer uma abordagem flexível e colaborativa.

No aspecto econômico, investir em práticas sustentáveis de gestão de recursos hídricos não apenas contribui para a preservação do meio ambiente, mas pode ser economicamente vantajoso a longo prazo, reduzindo custos operacionais, minimizando riscos de escassez de água e melhorando a imagem das empresas. Portanto, a convergência entre os aspectos técnicos, políticos e econômicos desempenha um papel crucial na busca por um futuro sustentável e bem-sucedido na gestão dos recursos hídricos no Brasil.

C: Qual considera seu maior desafio na empresa ao longo desses anos?

J: Considero meu maior desafio a constante adaptação às mudanças nas regulamentações ambientais e às demandas do Polo Industrial de Camaçari. Manter nossos processos alinhados com as melhores práticas ambientais e garantir o monitoramento adequado dos recursos hídricos têm sido desafios constantes. Além disso, a coordenação do Programa de Gerenciamento de Recursos Hídricos exigiu um esforço significativo para garantir que nossas estratégias estivessem alinhadas com as necessidades do Polo e com as diretrizes do Comitê de Bacia.

C: Como você avalia seu crescimento profissional na empresa?

J: Avalio meu crescimento profissional como muito positivo. Ao longo dos anos, pude adquirir conhecimentos e habilidades valiosas na área de gestão ambiental, o que me permitiu desempenhar um papel mais significativo na equipe e contribuir para o sucesso da organização.

C: Quais habilidades profissionais considera mais importantes para atuar na Cetrel?

J: Aqui as habilidades profissionais mais importantes incluem conhecimento técnico sólido em gestão ambiental, especialmente em relação aos recursos hídricos, capacidade de adaptação às mudanças regulatórias e um compromisso com a sustentabilidade e a responsabilidade ambiental.

Especialmente na coordenação do Programa de Gerenciamento de Recursos Hídricos, aprendi que habilidades de coordenação e comunicação são fundamentais. Além disso, a capacidade de análise de dados e a compreensão das complexidades técnicas associadas à gestão de recursos hídricos têm sido cruciais para o meu sucesso nesta posição.

C: O que espera do seu futuro profissional?

J: Espero continuar crescendo profissionalmente na área de gestão ambiental e contribuir para o desenvolvimento sustentável da empresa. Pretendo continuar me atualizando e aprimorando minhas habilidades para enfrentar os desafios em constante evolução no campo da gestão ambiental e de recursos hídricos. Também estou aberto a novas oportunidades que me permitam expandir minha atuação e impacto na área.

Leia Também

Ligamos para você

Insira seus dados para que possamos entrar em contato com você.