notas e notícias

Integrante da Cetrel faz contribuição para o programa Tributo ao Futuro

04 dezembro de 2017
  • imprimir
  • voltar

Viabilizar o acesso a uma educação contextualizada, com condições para crianças e adolescentes desenvolverem integralmente como Seres Humanos. Esse é o objetivo do Programa Tributo ao Futuro – Novas Gerações, coordenado pela Fundação Odebrecht, que busca captar recursos para gerar Projetos educacionais para este público. Existem duas formas para participar da iniciativa, seja por incentivos fiscais ou por meio de doação espontânea. No Brasil, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) possibilitou aos contribuintes de Imposto de Renda, Pessoas Físicas e Jurídicas, optarem por fazer doação ao Fundo da Infância e Adolescência e deduzi-la do imposto devido à Receita Federal. Quem contribuiu com o Projeto foi o Analista de P&O da Cetrel, Neivaldo Vaz. “Decidi apoiar o programa porque reconheço que a causa é nobre. Além disso, ganhei a oportunidade de disseminar a prática de uma boa ação”, comenta.  Em 2017, 300 crianças foram contempladas pelas ações desenvolvidas pelo Programa Tributo ao Futuro – Novas Gerações.