faq

A Cetrel existe para fornecer água, tratamento e disposição final dos efluentes e resíduos industriais, distribuição e reuso de água, além do total monitoramento ambiental do Polo.

Tratar e dispor 149.400 m 3 /dia de efluentes. Realizar o diagnóstico, monitoramento, remediação, gestão e ensaios de laboratório dos recursos ambientais, a exemplo da água, solo, ar e biota. Disposição de resíduos de forma adequada sem prejudicar o meio ambiente.

Captação de Água Bruta superficial e subterrânea para o tratamento e produção de água clarificada, água desmineralizada e água potável.

A Cetrel é marcada pela postura de comprometimento com o meio ambiente, traduzida na operação eficiente e responsável dos sistemas de controle ambiental e prevenção da poluição.

O resíduos que são tratados na Cetrel são gerados pelas indústrias do Polo Industrial de Camaçari.

Depende de qual tecnologia e a depender do tipo de resíduos eles podem ir: no caso dos efluentes, depois de devidamente tratados, dispostos no emissário submarino, o lodo proveniente da DAC são encaminhados para cerâmicas, em coprocessamento e os resíduos da planta são destinados para as cimenteiras.

No link fale conosco, responder ao formulário no site, preencher as informações de modo correto e aguardar contato.

Por favor, entre contato através dos nossos contatos no site.

Emissário submarino é o trecho de tubulação submarina que faz parte do sistema de disposição oceânica da Cetrel, através do qual o efluente tratado é transportado e lançado em mar aberto, avançando quase cinco quilômetros mar adentro.

O emissário submarino da Cetrel está localizado na região de Arembepe na cidade de Camaçari.

Efluentes são os resíduos líquidos provenientes das indústrias, dos esgotos e das redes pluviais.

Os efluentes são encaminhados para disposição final no oceano, após a etapa de tratamento biológico na ETE - Estação de Tratamento de Efluentes da Cetrel, o que garante o atendimento aos parâmetros de qualidade determinados pela legislação ambiental. Após o tratamento, o efluente tratado é lançado no mar através do emissário submarino da Cetrel, onde é submetido a uma elevada diluição, dispersão e capacidade de autodepuração das águas marinhas, de modo que o risco de poluição das praias e do mar é muito baixo.