notas e notícias

Cetrel apresenta resultados do ciclo de monitoramento à comunidade de Arembepe

19 outubro de 2017
  • imprimir
  • voltar

Nesta terça-feira, 10 de outubro, representantes da Cetrel estiveram em Arembepe com o objetivo de apresentar os dados referentes ao ano de 2016 do Ciclo de Monitoramento nas áreas de influência dos emissários submarinos da Cetrel e da empresa Cristal. Segundo a bióloga da Cetrel, Leonor Brito, o encontro tem o objetivo de apresentar aos líderes comunitários, pescadores, representantes da Secretaria de Meio Ambiente e Saúde da cidade de Camaçari, além do INEMA e demais moradores da região de Arembepe e adjacências, o trabalho desenvolvido pela empresa  “Os dados analíticos referentes ao último ciclo de monitoramento constatam que não houve diferenças significativas ou eventos perturbadores na região de estudo, reforçando o equilíbrio e manutenção das comunidades aquáticas ali presentes. Esses dados são ainda relacionados com uma série histórica de mais de 20 anos de monitoramento, reforçando que o Sistema de Disposição Oceânica – SDO é uma das alternativas mais eficientes de disposição de efluentes em corpos hídricos superficiais”, comenta.

Ao final de cada ciclo de monitoramento a Cetrel emite um Relatório Técnico contendo os dados das duas campanhas realizadas – Verão (estação seca) e Inverno (estação chuvosa). “Esse relatório é enviado ao órgão ambiental – INEMA, ficando disponível para a consulta pública.

Vale ressaltar ainda que a Cetrel mantém uma parceria com consultores externos da Universidade Federal da Bahia – UFBA, sob a coordenação da Professora Marlene Peso no que diz respeito a avaliação das comunidades biológicas e sedimentologia. “Essa ação demonstra o comprometimento da Cetrel em valorizar a qualidade técnica da comunidade acadêmica do estado da Bahia”, afirma Leonor. 

Professora da UFBA – Marlene Peso